Sangiovese, a uva mais cultivada na Itália

0
437

SANGIOVESE

A Sangiovese é a casta tinta mais cultivada da Itália e os seus vinhedos estão presentes de Norte a Sul do país mas é na região central da Itália onde ela consegue se desenvolver melhor e atinge os melhores resultados.

É a responsável pela produção de vinhos que gozam de grande prestígio internacional como o Brunello di Montalcino, Rosso di Montalcino e dos vinhos de Chianti, Vino Nobile di Montepulciano e Morelino di Scansano.

sangiovese
Uva Sangiovese

A Sangiovese possui basicamente dois clones diferentes dos quais derivam muitos outros.

O clone de maior potencial é o Sangiovese Grosso, também conhecido como Brunello nos vinhedos da colina de Montalcino, e o Prugnolo Gentile e Sangiovese di Lamole que são produzidos nas colinas de Chianti.

O outro clone e o Sangiovese Piccolo, que dá origem a vinhos mais leves e frescos de menor qualidade.

Ao mesmo tempo em que a Sangiovese produz os vinhos nas principais D.O.C. e D.O.C.G. também é utilizada na produção de vinhos italianos mais simples com pouca expressão, e também participa nos assemblagens dos vinhos italiano mais comentados pela crítica internacional, os “Supertoscanos”, demonstrando ser uma casta de grande qualidade e diversidade.

Principais áreas de produção

A uva Sangiovese é o sangue que corre pelas veias da região da Toscana no centro da Itália.

Nesta região ela produz uma grande diversidade de vinhos em todas as comunas da região, sendo a colina de Montalcino a sua maior referência para o mundo, produzindo o Brunello di Montalcino D.O.C.G, onde encontramos vários produtores produzindo Brunello de diversos preços e qualidade.

Sangiovese
Greve in Chianti

Encontramos também o Rosso di Montalcino D.O.C. , que é o vinho de estilo mais jovial da colina.

Ao Norte da colina de Montalcino, a Sangiovese produz os vinhos de Chianti, nas regiões costeiras de Maremma e Bolghieri principalmente vinhos de assemblagens com a participação de uvas internacionais (Cabernet Sauvignon e Merlot) e na região de Morelino, onde a Sangiovese produz vinhos varietais mais frescos.

Na face leste da Toscana a Sangiovese produz vinhos na comuna de Montepulciano, na D.O.C.G. de Vino Nobile de Montepulciano (Não confundir a comuna de Montepulciano com a uva Montepulciano da região de Abruzzo).

Sangiovese
Vinhedo em Montalcino

Área Secundária de produção

Fora da Toscana vamos encontrar a Sangiovese em diversas regiões da Itália, produzindo uma grande diversidade de qualidade de vinhos.

O sucesso da Sangiovese na Itália não se repetiu em outros países.

É cultivada em pequenas parcelas na California-EUA, utilizada em vinhos de corte na Argentina, principalmente em Mendoza e no Brasil, está presente nos vinhedos da Serra Gaúcha, produzindo vinhos varietais e de corte, mas sem grandes resultados.

Características da videira e da uva

A Sangiovese é uma videira muito vigorosa, produzindo folhagem e galhos em excesso e rendimentos muito altos, necessitando de podas para maior controle e qualidade.

Os bagos possuem pele fina, gerando pouca pigmentação nos vinhos e tornando-a muito suscetível a doenças fúngicas, principalmente em regiões ou anos muito úmidos.

Seu ciclo vegetativo é longo, a brotação é precoce e o amadurecimento é tardio.

Para conseguir uma boa concentração de açucares e maturação fenólica perfeita é necessária uma boa quantidade de horas sol entre a primavera e o início do outono, porém, em temperaturas muito altas há uma perda de aromas e sabores mais frescos prejudicando as características da uva.

Em regiões ou safras mais frias e úmidas as uvas correm riscos com doenças fúngicas e os vinhos tendem a ficar com corpo magro, taninos verdes e ásperos, com altos índices de acidez e álcool e podem oxidar com mais facilidade devido aos baixos índices de antocianinas.

Na vinícola os vinhos de Sangiovese demonstram boa flexibilidade e adaptação em vinhos de assemblagem e possuem boa afinidade com o amadurecimento em pequenas barricas de carvalho.

Clima

Melhores resultados em climas frescos com influência Marítima e Continental, com grandes quantidades de horas sol no decorrer do ano.

Solo

Os melhores resultados são alcançados em solos de Galestro (tipo de Argila), Alberese (tipo de Calcário) , que são tipos de solos comuns nas colinas de Chianti e Montalcino.

Outro tipo de solo em que a Sangiovese se adapta bem é o solo pobre em matéria orgânica e com boa drenagem, como o xisto e os solos arenosos, que ajudam a limitar o vigor da planta e o alto rendimento.

Solos muito ricos em matéria orgânica ou muito úmidos geram excesso de galhos e folhas que atrapalham a exposição dos cachos ao sol originado cachos com maturação ruim.

Principais características do vinho

Os vinhos de Sangiovese são na maioria das vezes de coloração rubi clara, com aromas que remetem a frutas vermelhas frescas como cerejas, morangos e amoras, também são muito comuns notas de tomate seco, flor de laranjeira, chá, terra molhada e tabaco.

Em boca o vinho de modo geral possui acidez alta, taninos de médios a altos, álcool equilibrado.

Sigam nossas midias socias.

Instagram
Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here